Aumentando a fluidez e controlando a erosão

Aumentando a fluidez e controlando a erosão

A construção de paredinhas (berms) em curvas são uma forma de aumentar a fluidez, a diversão e a segurança do ciclista. Uma característica algumas vezes não percebida dessas estruturas são sua capacidade de conter a erosão do solo.

Chegar em velocidade numa curva plana obriga o ciclista a apertar o freio com força, o que causa movimentação do solo. Também pode causar derrapagem. Como consequência, observa-se alargamento do corredor da trilha, acúmulo de terra na lateral e, com o passar do tempo, a formação de poças de água no centro da curva.

A construção de uma paredinha durável envolve planejar o escoamento da água, juntar uma grande quantidade de pedras, encontrar terra argilosa e executar a compactação tanto da parte interna quanto externa. A compactação funcionará melhor com o solo úmido, ou seja, depois da chuva ou com regadores de água. Também deve ser dada atenção à remoção de matéria orgânica do solo, com o uso de peneiras e rastelos.

Procure o grupo local que cuida das trilhas e discuta essa e outras formas de aliviar o impacto. Conheça outras formas de aliviar o impacto em trilhas no seguinte link.

 

IMG-20171119-WA0061
Equipe de Manutenção do CicloTrilhas adaptando uma curva off-camber para curva com parede
IMG-20171119-WA0065 (1)
Antes e Depois

Um comentário sobre “Aumentando a fluidez e controlando a erosão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s